domingo, 3 de janeiro de 2010

Educação brasileira. O desafio tecnológico


Já levantei a voz aqui tecendo críticas a todos aqueles que se metem em falar de educação e estão longe das salas de aulas, os teóricos de gabinete. Outra discussão, muito velada por sinal e também polêmica, devido a "dificuldade" de se provar, é que a educação brasileria é para estatística. Ou seja, não tão nem aí com a aprendizagem de fato, só querem números que, diga-se a todos, são forjados e valiosas verbas para a educação.
Qualquer professor coerente de escola pública, principalmente as da periferia, sabe como acontece os famosos conselhos de final de ano. É um enorme contingente de alunos catapultados para a série seguinte sem saber nem ler e escrever direito. Qualquer pesquisa séria constataria isso. O aluno quase morre do coração quando vai verificar a lista e vê que foi aprovado. Fica sem entender. Sorri. Pensa e às vezes comenta num cantinho (como já aconteceu comigo várias vezes): professor como eu fui para a série seguinte? Eu para falar no nível médio desses alunos respondo: Uê...fondo!
Bom, mas o que eu já sabia e uma reportagem na Folha de São Paulo evidenciou do dia 03 de janeiro de 2010, no caderno Dinheiro, páginas B1 e B3, é que sem tecnologia os países emergentes terão dificuldade para se desenvolver. Óbvio! Se um infeliz como eu sabia será que o governo não sabia?
O cara que levantou essa bola foi Jim O'Neill do Banco Goldman Sachs, aquele que criou o termo Brics para se referir ao Brasil, Rússia, China e Índia. Para ele apenas as exportações de produtos primários não será suficiente para um sucesso futuro.
Dentre os requisitos para um país crescer com qualidade estão: consumo energético, capacidade de inovação, diversificação econômica, demografia, dívida social e maleabilidade política. Vejam que, ainda que mais o menos, o Brasil vai bem em quase todos. Agora como inovar, como desenvolver tecnologia com a nossa educação? Complicou hem?!
Mas, se um dia o Brasil, mesmo com essa educação, ir ocupar um posto de país desenvolvido e me perguntarem com isso aconteceu. Reponderei: Uê...fondo!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Não encontrou o que queria? Pesquise na web.

Pesquisa personalizada