domingo, 13 de junho de 2010

A questão nuclear do Irã.

Excelente charge! Fonte: Gazeta de Ribeirão, opinião 12 junho de 2010.
Artigo de opinião por: Alexandre de Freitas.
Não me lembro de ter lido algo extremamente coerente sobre a questão nuclear do Irã. Provavelmente eu tenha lido pouco. Mas gostaria de tecer alguns comentários que ao meu ver parecem muito óbvios.
A ideia principal basea-se na tentativa de responder à uma questão: por que as potência nucleares não querem que Irã adquira armas nucleares?
Vamos tentar respondê-las:
O Irã é governado por uma ditadura extremista e fundamentalista.
O Irã não sabe usar armamentos nucleares.
O Irã por ser um país islâmico gosta de fazer guerras.
Por não aceitar a criação do estado de Israel não pode ter armas.
Viram! Não há consistência. Não existem motivos coerentes. Talvez um resposta que ninguém queira dar e, mais ou menos coerente, é a seguinte: o Irã é uma reserva de petróleo estratégica e se tiver armas nucleares não deixará as potência ocidentais invadi-lo como ocorreu no Iraque.
A mídia tradicional não gosta de tentar explicar essa última explicação.
Não sou a favor da proliferação de armas nucleares. Mas, não sou a favor para ninguém. Não creio que os povos islâmicos têm menos juízo que os estadunidenses, que o russos, que os britânicos que os franceses, que o indianos, etc. As armas nucleares não deveriam existir. A própria guerra é um absurdo. No entanto, temos que conviver com a realidade trágica dessa possibilidade. Nesse sentido, o Irã tem todo direito de se defender. Se quiser a paz, se prepare para a guerra.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Não encontrou o que queria? Pesquise na web.

Pesquisa personalizada