quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Industrialização e concentração industrial no México.

Mapa do México.

A industrialização do México ocorreu de forma semelhante a do Brasil e a da Argentina, guardada as devidas proporções.
O país latino começou a intensificar sua industrialização a partir da segunda guerra mundial, contribuindo para isso a ocorrência de importantes recursos minerais como prata, ouro, cobre, chumbo e zinco e o investimento de capital estrangeiro. O país também possui significativas jazidas de petróleo, principal recurso natural exportado.
Empresas estrangeiras investiram e investem no país atraídas sobretudo pela mão-de-obra barata, matérias-primas e legislação ambiental pouco rigorosa.
As concentrações industriais estão próximas as reservas de recursos minerais e as cidades mais populosas. Destacam-se as seguintes regiões: Cidade do México e Puebla (indústria mecânica, têxtil e petroquímica), Guadalajara (indústria mecânica), Monterrey (indústria mecânica), Tampico (indústria mecânica e petroquímica) e Veracruz (indústria mecânica, petroquímica e indústria têxtil).
Com a entrada do México no NAFTA a concentração industrial sofreu algumas alterações, as indústrias passaram a se concentrar próximas a fronteira com os EUA. Fazem parte dessa realidade em especial as indústrias montadoras de veículos e as chamadas “maquiadoras” que trabalham para as grandes empresas dos EUA.

Um dos centros financeiros da Cidade do México, Paseo de la Reforma. Imagem: Wikipédia.


Referência:
GARCIA, Helio Carlos. Geografia: o espaço da América, Oceania e regiões polares. São Paulo: Scipione, 2002.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Não encontrou o que queria? Pesquise na web.

Pesquisa personalizada