domingo, 11 de dezembro de 2011

Crise na UE pode provocar conflitos bélicos.

Uma da maiores vantagens na constituição da União Europeia é o clima de paz proporcionada pelo bloco. Ninguém gostaria de atacar seu parceiro comercial ou destrui indústrias que consomem matéria-prima de seu país. A interdependência econômica vem passando por crise, mas sua função vai além de acordos comerciais.
A UE é o bloco econômico no estágio mais avançado, engloba ao mesmo tempo uma zona de livre comércio, um mercado comum e, pelo menos em partes dos países, uma união aduaneira. Mas alguns países não participam da zona do euro, dos 27 membros da UE 17 não adotaram o euro. O país mais relevante a não adotar a moeda única foi o Reino Unido, que pelo que está rolando na mídia foi contra as propostas feitas pela cúpula do bloco.
Para alguns: "Nunca o Reino Unido esteve tão isolado da Europa". Afirmando-se a situação de ilha não só em termos geográficos mas também referindo-se ao acordos econômicos.
Conservadores britânicos que apoiam David Cameron estão comemorando visto que para eles "os burocratas de Bruxelascustam caro a UE e permitem que os países se encham de migrantes que roubam empregos."
Na visão de Gustavo Romano:
"Graças à união, os países da Europa Ocidental nunca viveram um período tão longo de prosperidade e paz. São quase 70 anos sem guerras em seus territórios.
Os traumas das duas guerras mundiasi impulsinonaram as gerações de ontem a aceitarem a dor da integração. Dos males, o menos. Mas as gerações de hoje não cnhecemo horror de uma guerra em primeira pessoa."
Referências:
Folha de São Paulo, Mundo A-20, 10 dez. 2011.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Não encontrou o que queria? Pesquise na web.

Pesquisa personalizada