domingo, 10 de fevereiro de 2013

Regionalismo literário no Brasil, localização das principais regiões.

Podemos entender o regionalismo literário como regiões descritas e popularizadas em obras nas quais os autores expressam os costumes, a história e os artefatos aceitos e padronizados pelos habitantes de deteminada região. Em outras palavras, o regionalimo literário expressa a cultura de uma região.
Algumas obras literárias como: "O Romance da Pedra do Reino", "Terras do Sem-Fim" e "Grandes Sertõs Veredas" atuaram no sentido de divulgar, localizar e delimitar certas regiões que passaram a ser mais conhecidas a partir dos relatos feitos por seus autores.
   
 
Sertões de Goiás - refere-se à região  dos estados de Goiás e Tocantins, divulgado nas obras "O Tronco", "Ermos e Gerais" e "A Terra e as Carabinas" de Bernardo Elis.
Sertão dos Confins - refere-se à região do Triângulo Mineiro das obras "Vila dos Confins" e "Chapadão do Bugre" de Mário Palmério.
Zona do Cacau - litoral do sul da Bahia, divulgado em alguns livros de Jorge Amado.
Gerais -  noroeste do estado de Minas Gerais, divulgada no livro "Grandes Sertõs Veredas" de João Guimarães Rosa.
Sertão do Cariri - interior do Nordeste brasileiro, aproximadamente a área conhecida como polígono da seca, divulgado na obra de Ariano Suassuna "O Romance da Pedra do Reino".
Campanha Gaúcha - extremo sul do Rio Grande do Sul, da trilogia "O tempo e o Vento" de Érico Veríssimo.
 
Referências:
Atlas Escolar IBGE. Rio de Janeiro, 2002. p. 161.
Universidade Federal de Goiás, Seminário Internacional de Língua, Literatura e Processos Culturais. Disponível online UFGO.
   
  

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Não encontrou o que queria? Pesquise na web.

Pesquisa personalizada